A inteligência artificial nos negócios é um assunto que envolve grandes discussões. Muito se fala a respeito da substituição do ser humano por máquinas, reduzindo a conversa apenas a um estereótipo dessa tecnologia. Porém, trata-se de uma realidade cada vez mais presente e que deve ser considerada por gestores no ambiente organizacional.

Não são apenas grandes corporações que se apropriam da inteligência artificial (IA) para melhorar seus processos. Uma simples busca nos arquivos do seu smartphone ou um software que gere relatórios automatizados são ótimos exemplos do uso dessa tecnologia no nosso dia a dia. Por isso, sua empresa também pode se beneficiar dela.

Neste post, você vai entender o que é a inteligência artificial e como ela está impactando o mercado, além de conhecer o futuro de sua aplicação. Confira!

O que é e como funciona a inteligência artificial nos negócios

Devido à possibilidade de aplicação em áreas distintas, a inteligência artificial recebe diferentes definições. Para você ter uma ideia, disciplinas como a neurociência, a ciência cognitiva e até a filosofia da mente estão envolvidas no tema. No ambiente de negócios, a IA é o emprego de algoritmos capazes de avaliar contextos e tomar decisões.

Quando você faz uma simples pesquisa no Google, por exemplo, o sistema vai executar um algoritmo que consulta uma infinidade de sites espalhados pelo mundo, considerando termos semelhantes, contextos de cada conteúdo e várias outras especificidades. Ao final, ele decide o que apresentar para você nos resultados.

Você concorda que o algoritmo executou uma ação inteligente nesse caso? Afinal, ele processou um raciocínio com base nas informações disponíveis na internet. É justamente pela velocidade de um simples processo como esse ir além da capacidade humana que caracterizamos essa tecnologia como inteligência artificial.

Os avanços da inteligência artificial e suas vantagens

Nas primeiras pesquisas, quando os algoritmos começaram a ser elaborados, eles possuíam limitações. Por exemplo, se você digitar “iA negcoios” na barra de pesquisa, o Google vai identificar que você está buscando o termo “IA nos negócios” — uma inteligência que as primeiras versões dos algoritmos não tinham.

Além disso, a IA passou a incorporar o que chamamos de aprendizado por máquina ou inteligência artificial híbrida. Hoje, as versões mais avançadas de programas de IA têm a capacidade de aprender com base nos dados que acessam.

Mas, e na prática, como podemos usar isso a nosso favor para melhorar o planejamento estratégico e o desempenho de uma empresa? Acompanhe algumas vantagens da inteligência artificial nos negócios.

Agilidade e precisão em análises complexas

Imagine que você precisa identificar um erro no processo de faturamento de uma grande empresa. Após ter recebido algumas reclamações de clientes mais próximos, você ficou sabendo que várias notas fiscais foram emitidas com diferenças em relação aos pedidos ou orçamentos correspondentes.

Um recurso de IA poderia facilmente identificar os casos em que isso ocorreu e pesquisar detalhes semelhantes sobre eles. Desse modo, o algoritmo poderia retornar um diagnóstico informando o que está gerando o problema ou, no mínimo, as hipóteses que encontrou para isso.

Tudo isso poderia ser programado rapidamente e executado em segundos. Uma tarefa que, dependendo da quantidade de pedidos, poderia demorar dias ou até semanas, caso feita manualmente. Sem contar a possibilidade de erros ao processar tanta informação!

Melhora da segurança

Segundo pesquisas da Tata Consultancy Service, empresa indiana especializada em consultoria e serviços de TI, 67% das empresas usam a IA para detectar problemas com usuários, automação de processos e segurança.

Imagine o ganho, em termos de segurança, ao poder monitorar a utilização de um mesmo sistema por várias unidades de uma empresa. Com a inteligência artificial e o acesso remoto facilitado pela estrutura tecnológica atual, fica fácil identificar problemas no momento em que ocorrem e estabelecer providências imediatas.

Otimização do atendimento ao cliente

No mesmo estudo, os profissionais manifestaram entusiasmo com a aplicação da IA nos setores de atendimento, vendas e marketing. A necessidade de entender o consumidor, seus hábitos e preferências tem se mostrado cada vez mais importante. Isso porque o cliente passou a ter mais autonomia e poder no processo de compra.

Ao mesmo tempo em que temos muito mais informação disponível em fontes diversas e alimentadas a cada segundo, organizá-las em relatórios sintéticos e úteis se torna uma atividade complexa. A inteligência artificial coleta esses dados, analisando-os adequadamente e auxiliando na tomada de decisão de gestores.

As tecnologias de IA estão se tornando tão avançadas a ponto de identificar a iminência de erros e avisar os responsáveis sobre isso — tal como se estivesse pedindo ajuda.

Automação e aumento da produtividade

A IA não serve apenas como estratégia de inteligência de negóciosEla também pode influenciar nas rotinas operacionais das empresas. Um bom exemplo disso é o IBM Watson, que automatizou seu atendimento para facilitar o processo, entregando uma experiência melhor aos consumidores e reduzindo os custos de operação.

Conversas de chat, envio de e-mails e outras formas de interação já incorporaram a IA, que consegue, inclusive, transmitir a sensação de um atendimento humanizado. Na prática, há softwares robôs que simulam conversas reais com clientes.

E quando a IA se alia à Internet das Coisas (IoT)? Nos Estados Unidos, por exemplo, já existem serviços de delivery totalmente automatizados. Sensores são capazes de identificar quando o leite está acabando na geladeira e gerar um pedido. O próprio sistema efetua o débito no cartão de crédito e envia as mercadorias que faltam.

O futuro da inteligência artificial nos negócios

O caso da IoT pode dar a impressão de que o futuro já chegou, mas aquilo que décadas atrás foi tema de filmes de ficção já pode ser considerado uma questão de tempo. É o caso dos veículos autônomos, por exemplo.

O impacto que esse tipo de solução terá na logística é mais do que significativo. Afinal, vivemos o desafio de administrar problemas que virão com o crescimento da população e das cidades. Portanto, as futuras possibilidades logísticas envolvem veículos autônomos e softwares de IA com capacidade de avaliar percursos e otimizar rotas.

Ao mesmo tempo em que fascina, a inteligência artificial nos negócios pode assustar muita gente. Seja como for, a postura mais adequada é estar disposto a identificar o que podemos fazer para aproveitar as oportunidades de aplicar a inteligência artificial nos negócios. Uma coisa é certa: as mudanças já estão acontecendo.

Se você quiser ficar por dentro das próximas novidades, siga-nos no FacebookTwitter, Youtube, LinkedIn e Instagram para acompanhar mais conteúdos como este!

Escreva um comentário

Share This